Meu Brasil Brasileiro: Why uai?

Meu Brasil Brasileiro: Why uai?

Guest post: Patricia Queiroz


Já dizia Tom Jobim:

“Viver no exterior é bom, mas é uma merda.
Viver no Brasil é uma merda, mas é bom.”

Não me leve a mal. A vida no Vale do Silício é incrível e eu estou MUITO feliz aqui. Me sinto privilegiada. Mas certa vez eu disse a um grupo de amigos que, se tivesse a mesma condição financeira que temos aqui, eu gostaria de ter meus filhos no Brasil. A ideia de querer criá-los em um país “de terceiro mundo” incomodou muita gente e, além de outras coisas, me falaram que esta não poderia ser uma decisão racional.
serradocipo
Desde esse dia eu tenho pensado muito sobre isso. Antes de me explicar, sinto que preciso expor alguns fatores: estou aqui a pouco tempo (apenas 8 meses), não penso em ter filhos tão cedo e tenho 27 anos. Ainda estou aprendendo muita coisa, criando e recriando conceitos, então, não sei que cabeça terei daqui a alguns anos. Mas o que tenho pra hoje é amor e admiração enorme pelo Brasil e, ainda maior, por Minas Gerais.

Morro de preguiça quando recebo textos exaltando os Estados Unidos e diminuindo o meu país. Claramente existem diferenças entre os dois e suas culturas. Mas o Brasil… Ah o Brasil…  É o meu país, é a minha casa, é onde tem a minha gente. Lá recebi uma ótima educação, amor incondicional e a minha formação como pessoa. Tomava sol na piscina do Minas comendo açaí, caminhava com a minha mãe na Praça da Liberdade, ia visitar meu pai e familiares no interior, comia no Mercado Central, tomava caipirinha na rua e banho de cachoeira. Lá tinha pizza na vovó, japonês (ou brigadeiro de panela) com as melhores amigas, saídas loucas com a prima, barzinho com os colegas, Ouro Preto, Serra do Cipó, Campo Belo, “uai”, “trem”, “sô”…

Dizem que a relação que temos com os lugares é muito por causa dos laços afetivos que criamos, mas BH tem algo a mais! É uma cidade grande com jeito de interior, que te abraça, te leva pra casa e serve pão de queijo com uma prosa leve. Eu quero passar essa “mineiridade” para os meus filhos. Claro que os Estados Unidos têm muito a oferecer! Mas dizer que morando aqui eles terão mais oportunidades e serão mais felizes, não é algo no qual acredito. São simplesmente vidas diferentes. A minha vida sempre foi muito boa, tanto na questão de moradia, educação, quanto nos relacionamentos pessoais, familiares e profissionais.

PatriciaQueirozEntão, desde o dia em que me disseram que essa seria uma escolha irracional, fico pensando muito sobre as diferenças entre a vida daqui e de lá, e no que eu sonho para os meus filhos. Se são as montanhas daqui, ou as de Minas Gerais.

Patricia

 

O Brasileiras do Vale é um canal aberto para que nossas integrantes compartilhem sua experiência. 
Quer escrever também? Tem alguma dica que gostaria de compartilhar com as outras brasileiras? Quer contar sua história de expatriada? Entre em contato!
The following two tabs change content below.

BRAVE - Brasileiras do Vale

Integrar a mulher brasileira imigrante e fortalecer a comunidade brasileira feminina no exterior.

Latest posts by BRAVE - Brasileiras do Vale (see all)

FB Comments

comments

2017-07-18T06:50:55+00:00

About the Author:

Integrar a mulher brasileira imigrante e fortalecer a comunidade brasileira feminina no exterior.

Leave A Comment