Klimt & Rodin: An Artistic Encounter

Home/Klimt & Rodin: An Artistic Encounter

Klimt & Rodin: An Artistic Encounter

“The Virgin”, de Klimt

Por Mariana Kishimoto

Meu romance com Gustav Klimt começou na época da faculdade. Suas telas com roupas e jóias exuberantes e extremamente detalhadas vestidas por mulheres fortes chamaram a atenção da então aspirante a estilista. Quase 20 anos se passaram e suas obras continuam a me encantar, pois a visão artística que Klimt deixou das mulheres resiste ao tempo.

A primeira vez que vi algumas obras de Klimt no Metropolitam Museum de New York foi emocionante! O segundo ‘date’ foi em uma exposição na Neue Galerie. A Neue Galerie, que fica apenas a algumas quadras de distância do Met em NY, contém uma seleção permanente de obras do artista, incluindo “Portrait of Adele Bloch-Bauer I” (1907) e vale a visita também. Essa tela é inclusive tema do filme “Women in Gold” (2015). Baseado em uma história verídica, o filme mostra a batalha jurídica de Maria Altmannque contra o governo austríaco para reaver a tela, que foi roubada de sua família pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

Para quem não tem planos de ir a NY em breve, felizmente o museu Legion of Honor, em São Francisco inaugurou uma mostra em Outubro, dedicada a Klimt & Rodin. A exposição “Klimt & Rodin: An Artistic Encounter” é uma oportunidade única de ver algumas obras importantes do artista austríaco, Gustav Klimt expostas em harmonia com as esculturas de Rodin.

“Youth and Old Age”, de Rodin

A mostra celebra o centésimo aniversário de morte dos artistas, Rodin em Novembro de 2017 e Klimt em Fevereiro de 2018, destacando algumas proximidades do trabalho de ambos, especialmente a constante influência e fascinação pelas mulheres.

A exposição está dividida em quatro galerias e reúne um acervo de obras de diferentes fases da carreira dos artistas. Obras como “Nuda Veritas” (1988), “The Virgin” (1913), “The Baby” (1918), além de desenhos e retratos importantes da carreira de Klimt fazem parte da mostra juntamente com esculturas como “The Kiss” (1882), “Eve” (1881) e “The Fallen Angel” (1895) de Rodin.

Klimt, filho de um ourives, utilizava ouro em suas obras. Sua obra mais conhecida, “The Kiss” (1908), já foi reproduzida milhares de vezes. De origem humilde, frequentou a Escola de Artes Aplicadas de Viena graças a uma bolsa de estudos. Logo se destacou e se tornou o retratista preferido da alta burguesia judaica. Em 1894, foi escolhido para fazer pinturas monumentais no teto do auditório principal da Universidade de Viena.

As representações das três faculdades – Direito, Filosofia e Medicina – provocaram escândalo, pois Klimt entregou painéis com mulheres onipotentes e sensuais, que dominavam a cena. Infelizmente os painéis foram destruídos pelos nazistas durante a Segunda Guerra mas fotos de reproduções podem ser vistas na mostra. As mulheres de Klimt são sempre sensuais (de forma explícita ou velada) e exuberantes, o que gerava polêmica, não pelo nu em si, mas pela segurança e orgulho em que essas mulheres exibiam sua nudez. O comum na época eram telas de mulheres recatadas ou envergonhadas de sua nudez.

Detalhe de “Nuda Veritas”, de Klimt

Conhecido como o “pai da escultura moderna”, Rodin é um dos escultores mais famosos da história. Nessa mostra, além de suas esculturas, podemos ver também alguns de seus desenhos. Os desenhos eram uma parte essencial do processo do seu trabalho. Ao longo de sua carreira, criou mais de dez mil desenhos! Rodin desenhava suas peças, esculpia em formato menor, fazia os moldes em gesso e depois seus assistentes se incumbiam de ampliá-las em outros materiais. Os desenhos da exposição são sensuais e se encontram em uma pequena galeria do museu, juntamente a desenhos de Klimt, que por sua vez são mais eróticos.

A exposição também contém outras obras que acentuam a sensualidade presente no trabalho de Rodin como “The Kiss” (1882) e “The Sculptor and His Muse”.
Klimt e Rodin se encontraram apenas uma vez, na Exposição “Beethoven” em 1902 em Viena. Nessa época ambos já eram artistas renomados e reconhecidos internacionalmente.

A exposição “Klimt & Rodin: An Artistic Encounter” se estende até o final desse mês, dia 28 de Janeiro, no museu Legion of Honor em São Francisco. Apesar das longas filas (dica: compre seu ticket online antecipadamente! Me economizou mais de 2 horas de fila) vale a pena conferir a mostra de perto!

“Portrait de Johana Straudes”, de Klimt

“The Call to Arms”, de Rodin

Standing Nude Girl, de Klimt

Estilista formada pela Faculdade Santa Marcelina, com MBA em Gestão Estratégica em Moda, Mariana, há mais de 15 anos trabalha com moda. Atuou em todos os setores – varejo, atacado e private label – desenvolvendo para as principais marcas do Brasil. Como coolhunter, visitou mais de 10 países, além das longas temporadas na China. Atualmente faz styling para revistas e marcas da Bay Area e curadoria para a @nestups, marca de peças vintages e exclusivas para o lar.

The following two tabs change content below.

BRAVE - Brasileiras do Vale

Integrar a mulher brasileira imigrante e fortalecer a comunidade brasileira feminina no exterior.

Latest posts by BRAVE - Brasileiras do Vale (see all)

FB Comments

comments

2018-01-16T23:33:07+00:00